Anseios e perspectivas da Geração Z no mercado de trabalho

Pesquisa revela que os jovens profissionais atribuem grande valor a líderes capazes de fomentar o desenvolvimento humano, promover flexibilidade e respeitar suas habilidades individuais

No universo dinâmico do mercado de trabalho, a chegada da Geração Z, aqueles nascidos entre 1995 e 2010, tem provocado uma revolução nas estruturas empresariais como nunca antes vista.

Com uma visão nativa e imersiva no mundo digital, esses jovens universitários estão moldando não apenas o presente, mas também o futuro das organizações. É exatamente isso que o estudo conduzido pelos mestrandos Eliene Vidal de Araújo e Edson Andrade dos Reis, do programa de mestrado em Administração de Empresas da MUST University, buscou desvendar.

Em um mergulho profundo no universo dos profissionais mais jovens, o estudo teve como objetivo principal investigar como os integrantes da Geração Z percebem o mercado de trabalho local, quais são seus principais desejos e expectativas, e como as empresas podem se adaptar para atrair, reter e motivar esses talentos em ascensão.

A pesquisa, realizada em três instituições de ensino superior de Sobral, município do interior do Ceará, contou com a participação de 65 estudantes do curso de Administração. Utilizando métodos de pesquisa como a Pesquisa Bibliográfica e o Estudo Descritivo Estatístico, os pesquisadores conseguiram traçar um retrato detalhado das aspirações e preocupações dessa geração.

Uma das descobertas mais impactantes foi a percepção de que, embora o mercado de trabalho de Sobral esteja em constante crescimento, ainda enfrenta desafios significativos para absorver plenamente os jovens da Geração Z. Além disso, ficou evidente que esses profissionais valorizam líderes capazes de promover o desenvolvimento humano, respeitar as habilidades individuais e orientar suas equipes para o sucesso futuro.

Comunicação e tecnologia desempenham papéis fundamentais na vida desses nativos digitais. Como apontado no estudo, a Geração Z nasceu imersa na era digital, onde o smartphone é uma extensão de si mesmos e a comunicação via chat é predominante. No entanto, as ambições da Geração Z vão muito além da tecnologia. Esses jovens almejam avançar em suas carreiras, interagir com seus colegas e encontrar satisfação e propósito em seus empregos. São indivíduos comprometidos com valores éticos, sociais e ambientais, e valorizam a liberdade, independência e flexibilidade no trabalho.

Diante desse panorama, as empresas enfrentam o desafio de se reinventar para atrair e reter esses talentos. Flexibilidade de horários, oportunidades de trabalho remoto, apoio ao desenvolvimento pessoal e profissional e uma cultura organizacional alinhada aos valores da Geração Z tornam-se essenciais para o sucesso nesse novo cenário empresarial.

Como citado no estudo, a abordagem moderna para reter talentos inclui políticas de adequação, modelos flexíveis e uma ênfase no futuro. A entrada da Geração Z no mercado de trabalho é uma tendência que exigirá uma revisão profunda dos processos de recrutamento, desenvolvimento de carreira e gestão de talentos.

Em suma, compreender e adaptar-se às necessidades e expectativas da Geração Z é crucial para o sucesso das empresas no mercado de trabalho atual e futuro. Somente ao reconhecer e valorizar as especificidades dessa geração emergente, as organizações poderão criar ambientes de trabalho que estimulem o crescimento e a realização tanto dos indivíduos quanto da própria empresa.

O artigo completo pode ser conferido na MUST Reviews, volume 9, a partir da página 26.

Sobre os autores:

Eliene Vidal de Araújo 

Mestre em Administração de Empresas pela MUST University, Especialista em Educação de Jovens e Adultos pela Universidade Federal do Ceará – (UFC), Especialista em Educação Especial pela Faculdade Via Sapiens, MBA em Gestão Estratégica de Pessoas pela Faculdade Darcy Ribeiro, Graduada em Administração de Empresas pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA) e Docente do curso de Administração pela Unip. Atua também como Gerente da Educação Especial na Secretaria da Educação de Sobral/CE.

Orientador: Edson Andrade dos Reis 

Doutor em Administração pela Universidade Vale do Itajaí (UNIVALI), Mestre em Administração pela Universidade de Blumenau, Pós-graduado em Gestão Universitária pela Universidade Anhanguera (UNIDERP), Pós-graduado em Gestão da Produção Industrial pelo Centro Universitário Jaraguá do Sul, MBA em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV-RJ), Graduado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Santa Maria. Experiência em Engenharia Mecânica, Gestão Industrial e Gestão Universitária.

SHARE THIS POST

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RELATED
POSTS

Pular para o conteúdo