Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on print

Negócios internacionais: tudo que você precisa saber sobre essa área

WhatsApp Image 2021-09-15 at 1.25.21 PM

A globalização foi um grande momento para a economia mundial — não era a primeira vez em que aconteciam trocas entre os diferentes países, porém, significava uma abertura muito mais ampla que não se restringia a apenas um continente.

Para o Brasil, que teve a abertura do mercado por volta da década de 1990, significou uma mudança importante na forma como os nossos profissionais encarariam as oportunidades. Afinal, negócios internacionais não eram apenas uma ideia, haviam se tornado realidade, o que implicava também em investir em maneiras de se aperfeiçoar.

Nesse quesito, surgia uma área de formação voltada ao mercado internacional e é sobre isso que falarei hoje. A seguir, entenda o que são negócios internacionais e tudo o que você precisa saber sobre esse setor. Confira!

O que é o mercado de negócios internacionais?

Quando se pensa no mercado internacional, a melhor palavra para descrever é a interdependência. Isto porque, as oportunidades de negócios, a economia em si, gira em torno da correlação entre as nações. Portanto, está atrelada às operações comerciais que as empresas realizam em outros países, seja importando, exportando ou se unindo com outras companhias para ampliar suas capacidades econômicas.

Isso claro, não é uma tarefa feita apenas pela gestão da empresa, é preciso ter profissionais que entendam sobre as diferenças culturais de cada país, que possam traduzir a linguagem do negócio. Por isso, ter pessoas especializadas em negócios internacionais é fundamental para uma companhia que pretende ir além das fronteiras.

Aqui vai um acréscimo: é importante não confundir a profissão com relações internacionais. Enquanto uma está voltada para a gestão financeira, processos de câmbio, marketing e logística. As relações internacionais têm por objetivo compreender as conexões entre os países. Logo, é comum que pessoas desse setor trabalhem em instituições públicas, consulados, assessorias, entre outros.

Qual é o objetivo do setor de negócios internacionais?

À medida que as empresas começaram a olhar para além das fronteiras, como uma maneira de expandir seus negócios, houve um entendimento da necessidade de preparo da comunicação, mais do que isso, de entender como o mercado estrangeiro funciona. Sendo assim, o objetivo do setor é proporcionar melhores ferramentas para que a empresa ou instituição possa negociar com diferentes países e culturas, entendendo os diversos fatores que essa relação traz como o consumo, o intercâmbio, a legislação etc.

Como é possível empreender nessa área?

Existem duas maneiras de se conseguir entrar no setor de negócios internacionais, a primeira é pela graduação ou por uma especialização, como uma MBA. Em ambos o curso, o interessado entrará em contato com diferentes áreas de conhecimento, não só relacionadas a entender como a diplomacia internacional funcional, mas também, ter uma visão sobre outros setores que compõem as relações de negócio, como finanças, logística e marketing.

Quais são os locais em que a especialização em negócios internacionais atende?

Formado o interessado estará exposto a uma série de oportunidades para atuar. É importante saber que boa parte do seu trabalho pode envolver negociações financeiras, mas não apenas isso, também de comportamento, portanto, suas habilidades vão também para um espaço social e político.

Algumas das possibilidades de trabalhos estão:

  • ONGs;
  • agências ou instituições governamentais;
  • empresas privadas;
  • consulados;
  • embaixadas.

Quais as áreas de atuação?

Além de poder trabalhar em diversos locais, ainda há uma série de áreas de atuação. As principais são:

  • consultoria e pesquisa: para quem tem mais predisposição para a parte teórica, em que se necessita de muita pesquisa, essa é uma boa alternativa. Neste caso, a contratação é feita para estudos sobre o contexto econômico, social e político de um país de acordo com as necessidades da empresa;
  • assessoria econômica: é possível se especializar para entender o contexto econômico e as possibilidades de negociação internacional. Auxiliando negócios que pretendem expandir seu comércio em outros países;
  • importação, exportação e logística: a parte de logística pode ser um grande desafio para muitas empresas, ainda mais quando está relacionada a mercados em outras fronteiras, em que a legislação para importação e exportação são diferentes e exigem um conhecimento mais amplo das leis;
  • marketing internacional: cada país tem a sua maneira de entender a publicidade e a divulgação de produtos. Para se obter sucesso é importante entender quais são essas diferenças, além de conhecer o mercado. Aqui, o profissional de negócios internacionais pode ser de grande auxílio para colaborar com as estratégias da empresa;
  • ensino superior: a carreira acadêmica pode ser um passo interessante para quem é formado na área, tanto é possível ser professor de graduação quanto pós.

O que se aprende em um curso de negócios internacionais?

Para quem opta pela graduação em negócios internacionais, o contato com diferentes assuntos é constante durante o curso. O aluno estará exposto não só aos conhecimentos de política externa, mas também, aos padrões institucionais que cada país emprega.

Ele terá contato com noções de marketing, comércio exterior, logística, produção e finanças internacionais. Ou seja, tudo aquilo que é necessário para estabelecer uma relação com o mercado internacional e empresas estrangeiras. Além disso, conhecerá os princípios legislativos internacionais e desenvolverá habilidades para a construção de planos de negócios.

E apesar de o curso focar especificamente nas relações comerciais, o aluno tem contato com outros setores, principalmente, voltados a entender os comportamentos políticos e sociais; assim como as diferenciações culturais, já que são componentes que fazem parte do universo do curso.

Hoje você pôde entender como o setor de negócios internacionais funciona e quais são as áreas de estudos que abrangem essa profissão. É bom ressaltar que diferente de relações internacionais, esse é um setor que tem o fundamento voltado a entender como as relações de mercado funcionam em ambientes internacionais.

Por isso, seus conhecimentos cobrem áreas específicas da rotina empresarial. Como marketing, logística e finanças, de forma que o formado entenda como é possível aplicar estratégias, construir planos de negócio e ajudar empresas a expandirem sua atuação em outros países de forma segura e de acordo com as legislações internacionais.

Este texto foi útil para você? Então, continue acompanhando o nosso conteúdo, curta a nossa página no Facebook!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on print

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

POSTS RELACIONADOS

Share:

[rock-convert-cta id="14154"]

POSTS POPULARES