NORMAS EDITORIAIS DA MUST REVIEW PARA A PUBLICAÇÃO

A MUST Review é uma publicação semestral da MUST University, que promove a produção acadêmica de seu corpo docente e discente, além de convidados e autores que queiram submeter seus trabalhos por iniciativa própria.

Os artigos submetidos à apreciação da MUST Review devem ser inéditos no Brasil e não podem estar em processo de avaliação simultânea em outro periódico, cabendo à Comissão Editorial avaliar a conveniência de publicar ou não trabalhos já divulgados em outros idiomas, por revistas e órgãos editoriais de outros países.

As submissões para a MUST Review seguem o cronograma anexo, de acordo com os procedimentos necessários para o processo, desde a data da entrega dos artigos até a data de sua publicação.

Os artigos podem ser enviados dentro do prazo estipulado para a submissão de seleção do Conselho Editorial de cada área da revista.

A MUST Review aceita submissões feitas por doutores, doutorandos e mestres, em autoria única ou em coautoria e por concluintes dos cursos de mestrado da MUST University, que tiveram seu TCF aprovado por banca examinadora com conceito A, em coautoria com seu orientador. 

As contribuições são avaliadas pela Comissão Editorial e por pareceristas ad hoc, quando necessário, a partir de uma análise preliminar dos originais recebidos, a fim de verificar a sua conformidade  com as linhas editoriais, podendo recusá-los ou encaminhá-los, caso aprovados, para posterior publicação.

Declaração de correção 

Os artigos deverão ser enviados para o email da revista: mustreviews@mustedu.com, acompanhados em anexo de uma Declaração de revisão e correção gramatical. Segue link com modelo de Declaração de revisão e correção gramatical a ser entregue junto com o artigo. 

O envio de manuscritos e demais trabalhos implica a cessão dos direitos autorais à Revista, caso estes venham a ser aceitos para publicação. Assim todos os autores deverão preencher o Termo de Autorização e Reprodução/Publicação de Obra e Cessão de Direitos Patrimoniais. A ausência do Termo exclui a submissão do artigo do repositório científico da MUST Review.

Para adequada indicação do crédito dos autores, cada um deve encaminhar, corretamente, o nome completo, titulação, filiação institucional e endereço eletrônico.

NORMAS TÉCNICAS

  1. Os originais encaminhados à Revista devem ser apresentados em editor de texto Word, fonte Times New Roman, corpo 12, entrelinhas de 2,0 cm, margens de 3 cm e em formato A4. Devem estar acompanhados de resumo de até 120 palavras e três palavras-chave, em português, separadas por ponto final. Abaixo do Resumo em português, deve-se escrever o Abstract em inglês, seguido de três keywords, separadas entre si por ponto final. 
  2. Citações indiretas ou paráfrases devem vir entre aspas, com indicação da fonte contendo AUTOR e ANO. Segundo as normas da Must University, não é necessário indicar página em citações indiretas.
  3. Citações diretas com mais de 40 palavras devem ser colocadas em destaque, em um único bloco (sem tabulação), sem aspas, com corpo de fonte 12 e margens recuadas em 1,3 centímetros (o equivalente à uma polegada), à esquerda, com espaço entrelinhas de 1,5cm. A indicação da Fonte deve vir entre parênteses, contendo AUTOR, ANO E PÁGINA. Observe que a indicação da página é obrigatória para citação direta. Quando o texto consultado não apresentar numeração de páginas, indicar a sigla n.p., que significa não paginado.
  4. Ilustrações são todos os elementos não textuais utilizados na pesquisa para dar clareza ao que está sendo exposto. São, portanto, gráficos, quadros, tabelas, fotos e figuras. O título deverá vir acima da ilustração, centralizado, com a mesma letra e tamanho do corpo do texto (Times New Roman, tamanho 12). Abaixo das ilustrações deve-se indicar a Fonte de onde as informações foram retiradas, mesma letra, tamanho menor (Times New Roman, tamanho 10, justificada à esquerda). As fontes podem ser referenciadas das seguintes formas: a) quando retirada de referência bibliográfica. Exemplo: Fonte: Silva, 2012, p. 24 (observação, SEM parênteses); b) quando adaptada da referência bibliográfica. Exemplo: Fonte: Adaptada de Silva, 2012, p. 24; c) quando elaborada pelo(a) autor(a), baseada em referência bibliográfica: Fonte: Elaborada pelo autor, com base em Silva, 2012. Observação: neste caso a indicação da página é opcional. Caso a adaptação do autor tenha sido a partir de uma outra ilustração ou de um conteúdo específico do autor citado, indica-se a página. Caso tenha sido uma adaptação geral, de um capítulo ou de parte da obra, não há necessidade de se indicar a página e d) quando elaborada pelo(a) autor(a): Fonte: Elaborada pelo autor. (observação, não há necessidade de indicar o ano)
  5. Os artigos devem ter no mínimo 15 e no máximo 20 páginas, incluindo tabelas, mapas, gráficos ou outras imagens e informações não textuais, além das referências bibliográficas.
  6. A Comissão Editorial informa que os artigos devem conter, pelo menos, as seguintes seções:
    1. introdução, 2) desenvolvimento, 3) considerações finais e 4) referências bibliográficas.
  7. A formatação das referências bibliográficas da MUST Review segue a APA, ou seja,  sobrenome do autor, com apenas a primeira letra em maiúsculo, demais nomes apenas com as iniciais, seguidas do ano de publicação, título da obra e demais informações, dependendo de onde a fonte foi retirada, se de livro, artigo publicado, artigo online, ou outras. Veja exemplos a seguir:

Exemplos de referências bibliográficas que são livros físicos:

Gil, A. C. (2010) Como elaborar Projetos de Pesquisa. São Paulo: Atlas.

Lakatos, E.M. & Marconi, M.A. (2017). Fundamentos de Metodologia Científica. São Paulo: Atlas. 

Exemplos de Referências Bibliográficas retiradas de meios eletrônicos

Brainfacts. (2018). Society for Neuroscience. Movement. Brain Facts: a primer on the brain and nervous system . Disponível em http://www.brainfacts.org/book. Acessado em 03 de abril de 2021.

Brasil. (2018). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC. Disponível em http://www.mctic.gov.br/portal Acessado em 25 de junho de 2020.

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas – INEP. (2013). INEP/MEC – Estatísticas da Educação Superior. Disponível em http://inep.gov.br/sinopses-estatisticas-da-educacao-superior. Acessado em 10 de janeiro de 2020. 

Organização das Nações Unidas – ONU. (2020) Desenvolvimento Sustentável. Disponível em https://nacoesunidas.org/artigo-a-experiencia-internacional-com-os-impactos-da-covid-19-na-educacao/ Acessado em 02 de junho de 2020.

Walsh, J. P. & Ungson, G. R. (1991). Organizational Memory. The Academy of Management Review. Vol. 16, nº 1, pp. 57-91. Disponível em https://abme.org.br/site/wp-content/uploads/2019/07/organizational-memory-walsh.pdf. Acessado em 23 de março de 2021.

         9. Nome de organizações e entidades deve ser apresentado por extenso, seguido por sua sigla, na primeira inserção no texto. No restante, utilizar apenas a sigla anteriormente empregada [ex: Organização das Nações Unidas – ONU].

         10. Números de um a dez devem ser escritos por extenso e termos estrangeiros em itálico.

         11.Como as aspas duplas identificam as citações diretas curtas (“), para destacar alguma palavra entre aspas dentro do corpo do texto, utilize aspas simples (‘)

CALENDÁRIO

  • Data para submissão dos artigos : até 20 de outubro de 2021- mustreviews@mustedu.com
  • Lançamento da Revista : 26 de Dezembro de 2021