Sua empresa está preparada contra os ataques cibernéticos?

Atualmente vivemos em um mundo onde o gerenciamento de dados ajuda gestores nas tomadas de decisões das empresas através das informações e avaliações de usuários ativos em suas redes sociais e plataformas privadas.

Um dos motivos que impulsiona a coleta de dados é o constante crescimento do mercado digital, que com a escala, desperta o interesse de criminosos cibernéticos, os famosos hackers. 

Nos últimos anos, várias empresas do mundo sofreram com ataques de hackers.

O Brasil não está fora dessa estatística de empresas que sofrem com os ataques criminosos de hackers. Algumas empresas bem conhecidas por todos nós já foram vítimas desses crimes, como a emissora Record, a agência de viagens CVC,  lojas Renner, Serasa e até a agência de seguros, Porto Seguro. 

Esses ataques levantam uma questão muito importante e frágil no mercado tecnológico: a segurança da sua empresa contra os ataques cibernéticos. 

Nesse exato momento, milhares de empresas estão sendo alvo de ataques, ataques esses que já foram feitos a governos, bancos e empresas de tecnologias pelo mundo.  

O que são Ciberataques?

Segundo alguns especialistas Ciberataque é qualquer tentativa de expor, alterar, desativar, destruir, roubar ou obter acesso não autorizado de um dispositivo. 

Um ataque cibernético é qualquer tipo de manobra ofensiva voltada para sistemas de informação de computadores, infra estruturas, redes de computadores ou dispositivos de computadores pessoais.

Ciberataques no Brasil

Existem vários estudos que mostram o aumento dos ataques de hackers, cerca de 50% em relação ao ano de 2021 segundo a InternationalIT 

Os principais nichos de mercado afetados foram o varejo, saúde e governo. 

Alguns sites e organizações fazem o mapeamento em tempo real de todos esses ataques cibernéticos ao redor do mundo, caso você tenha a curiosidade de acompanhar em tempo real quais países estão sendo atacados nesse momento, clique no link abaixo. 

Acompanhe em tempo real o mapa mundial de ataques cibernéticos.

A grande maioria desses ataques tem a finalidade de roubar os dados de vários clientes ou simplesmente roubar informações sigilosas que serão utilizadas como ferramenta de extorsão para que não sejam divulgadas. 

Sabia que o Brasil é o 4º País que mais sofreu ataques cibernéticos no mundo?

Pois é, neste exato momento algumas empresas estão tendo os dados de seus clientes, funcionários e dados da própria empresa roubados por esses hackers. 

É importante conhecermos os diversos tipos de ataques que estamos sujeitos a sofrer. 

Tema discutido na II Business Week

Na II Business Week  tivemos uma palestra com Wanderley Martins sobre  “Ataques cibernéticos: sua empresa está preparada? Uma visão estratégica dos impactos da cibersegurança nas organizações”.

Wanderley é especialista em segurança da informação na multinacional RHI Magnesita. Ele atua como profissional de tecnologia há mais de 20 anos com foco nas áreas de infraestrutura, redes de comunicações e segurança da informação.

Wanderley é aluno do programa de mestrado de Administração de Empresas e graças a sua experiência no mercado de segurança de dados pode nos contar e explicar um pouco mais sobre a segurança de dados. 

Durante a sua palestra, ele explicou os conceitos e definições da Segurança da Informação, dos programas de segurança da informação e explicou sobre a Cibersegurança e Ataques Cibernéticos.

Ele também explicou e mostrou algumas ferramentas de defesa contra esses ataques, podendo assim minimizar o prejuízo causado por esses cibercriminosos. 

4 dicas que podem salvar a sua empresa desses ataques.

1º Desenvolva ou contrate um programa de segurança da informação

2º Previna o vazamento de dados 

3º Prepare-se para ataques que sequestram dados (Ransomware)

4° Dissemine a cultura de gestão de riscos e continuidade dos negócios

Cuidar das informações e guardá-las com segurança é essencial para o mantimento do seu negócio e prevenção contra ataques cibernéticos. 

Ficou curioso sobre a live que fizemos abordando essa temática?

Clique aqui para assistir a palestra completa.

SHARE THIS POST

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RELATED
POSTS

Pular para o conteúdo